Mudanças Climáticas
I) Enriquecimento de C02

Há indicações claras de que o aumento crescente das emissões de CO2 na atmosfera e temperatura estão afetando a biologia e distribuição das espécies. Nossos projetos visam registrar estes efeitos sobre a fisiologia, desenvolvimento, performance, química e qualidade nutricional de espécies endêmicas e ameaçadas do campo rupestre, mata seca e espécies invasoras, bem como aquelas amplamente utilizadas na agricultura do Cerrado, como soja, milho e milheto.

II) Plantas Invasoras

Neste projeto estamos monitorando e avaliando o impacto da invasão biológica nos campos rupestres, através de observações de campo e da realização de estudos experimentais. Estratégias errôneas de órgãos governamentais ainda permitem a utilização de espécies inadequadas na restauração ambiental (não obstante o conhecimento atual), muitas delas exóticas, em nossas matas prístinas. Estas espécies já estão escapando das áreas restauradas e comprometendo a biodiversidade e serviços ambientais. Os estudos realizam-se desde observações e experimentações no campo até estudos experimentais de germinação, propagação, performance e resposta a aumento de temperatura e enriquecimento com CO2.